Achando Algo Bom para se Fazer com o Aplicativo Visit Holland

Heather Tucker, dinsdag 5 maart 2013

Tenho uma amiga do Reino Unido que virá me visitar em breve. Ela já esteve diversas vezes na Holanda antes, o que significa que já fizemos os programas turísticos. Ela não quer come queijo ou comprar tulipas; ela preferiria não usar tamancos de madeira nem visitar moinhos e por isso estão com a missão de encontrar algo mais interessante e exclusivo que possamos fazer enquanto ela estiver aqui.

Começo a pesquisar usando o infalível Google. Tenho de admitir que é um tanto quanto desinspirador pesquisar dessa maneira. E aí lembrei-me do aplicativo Visit Holland. Eu fiz download no meu telefone logo que foi lançado e agora vou fazer um bom uso dele!

Eu aciono o botão no canto inferior direito da tela para o modo online, pois espero encontrar algo relativamente próximo e, em seguida, pressione o ícone "próximo de mim". No alvo! Após selecionar meus critérios de busca (atrações, museus, compras, hotéis, etc.), uma mapa coberto por logotipos laranjas do Visit Holland aparece e entre eles está um ponto azul que me representa. Tocando em cada um dos logotipos, posso ver mais detalhes sobre o local que eles representam.

Hmmm...vejamos...Os Moinhos de Kinderdijk – não...De Kiefhoek – o que é isso? Alguns toques e aprendo que De Kiefhoek era um novo projeto residencial social nos anos 30 que fui incluído, em 1999, na lista da Union Internationale des Architectes das 1.000 estruturas mais importantes do século XX. Isso é exatamente o tipo de coisa que me interessa, mas, infelizmente, não é do interesse da minha amiga, então, incluo em uma lista de itinerário pressionando o botão incluir e retorno aos resultados da busca.

Hoeksche Waard – não...Casa de Pesagem de Bruxas de Oudewater – isso parece interessante, mas o aplicativo menciona que está aberto somente de 1º de abril a 1º de novembro, então, esse terá de esperar. Ops, deixei o mapa muito grande e agira estou olhando algo a 97,4 quilômetros de distância. Aplico menos zoom novamente e lá está, achei. Lá... um pouco ao norte do ponto azul.

De acordo com o aplicativo, o Museu da Ferrovia em Utrecht ou o Spoorwegmuseum, como é conhecido em holandês, fica a um pouco menos de 46 quilômetros de distância. E ainda melhor – está aberto. Leio todas as informações, pego o endereço e disparo o sat-nav. Planejo dar uma olhada nesse local em primeira mão em vez de esperar e o Museu da Ferrovia acaba sendo ainda melhor do que eu imaginava. Há muita coisa para manter até mesmo os não entusiastas por trens felizes e é um excelente local para crianças.

Ah, se eu tivesse uma passagem naquele trem Expresso do Oriente (e se estivesse realmente indo para algum lugar)!