Vida noturna cultural

Dance com Rembrandt no Rijksmuseum, perca-se em festivais em parques de diversões em cenários de uma tarde de verão ou passeie sem precisar sair do hotel. Esses são somente alguns exemplos do que a vida noturna holandesa tem a oferecer. Você topa?

  • Agitando no bar do hotel
    Marloes Tervoort, Sexta-feira, 13 de Junho de 2014

    Quando saio para fazer compras, gosto de entrar em hotéis só para saber como um turista se sente na minha cidade. Absorver o sentimento atemporal de um viajante em um lugar estranho me tira do cotidiano. Parece que não sou a única, dada a crescente popularidade dos bares dos hotéis. Por sorte, eles não são mais frequentados somente por hóspedes.

    Ler mais
  • Deixa a música tocar
    Marloes Tervoort, Sexta-feira, 9 de Maio de 2014

    Eu amo sair. Uma boa refeição, um drinque no bar, assistir exibições e apreciar uma peça no teatro. Eu também gosto de shows, mas como qualquer holandesa prefiro locais com uma atmosfera aconchegante. É por isso que gosto do Paradiso, templo pop da capital, ou do íntimo Bitterzoet, onde quase é possível tocar o artista.

    Ler mais
  • Renascença do teatro
    Marloes Tervoort, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2013

    Teatros. Eu já fui uma crítica teatral e por isso passava muito tempo nos teatros de Amsterdam. Apesar de apreciar a arquitetura, elas estavam um pouco velhos com átrios sombrios, vestiários abafados, café ruim, esse tipo de coisa.

    Ler mais
  • Uma noite no museu
    Marloes Tervoort, Terça-feira, 3 de Setembro de 2013

    Eu ainda me lembro muito bem da primeira Noite no Museu em Amsterdam. Eu e meus colegas compramos ingressos com bastante antecedência e esperávamos ansiosos para dançar toda a noite no museu. Para nós, estava claro: este evento era imperdível. Eu ainda posso me ver agitando ao som do DJ Per no Tropenmuseum e antes disso fomos ao Stedelijk, Rijksmuseum e ao Museu Histórico Judeu para que não perdêssemos nada. Afinal, todas essas diversões em uma só noite requer planejamento inteligente e uma bicicleta adequada.

    Ler mais
  • De Parade está de volta!
    Marloes Tervoort, Quinta-feira, 6 de Junho de 2013

    O festival itinerante De Parade é conhecidíssimo na Holanda. De junho a agosto, eles tocam em Haia, Utrecht, Roterdam e Amsterdam. E mesmo que os verões holandeses não sejam muito tropicais, o De Parade transforma qualquer verão em festa. Pessoalmente, penso que isso é devido à sensação nostálgica, com suas pequenas tendas de circo que atendem os palcos, casinhas montadas que servem como restaurantes temporários e o carrossel no meio. O De Parade possui uma atmosfera divertida que age como um ímã sobre a plateia que consiste principalmente em pessoas por volta de 30 anos.

    Ler mais
  • O oeste é o melhor
    Marloes Tervoort, Segunda-feira, 27 de Maio de 2013

    Admito que seja distante de onde vivo, depois do Scheepvaartmuseum e da Estação Central, abaixo do Haarlemmerstraat, mas vale a pena sempre. Às vezes, vou lá para um piquenique nos campos do Westerpark e em outras provo scones e café na "Bakkerswinkel" antes de varar pelo escuro para ver um filme no aconchegante cinema "Ketelhuis".

    Ler mais
  • Para grisalhos e estilosos
    Marloes Tervoort, Quarta-feira, 24 de Abril de 2013

    Parado na Praça do Museu, admirando o neoclássico Concertgebouw, é difícil imaginar que em 1881, quando sua construção foi autorizada, todo o local era coberto por pântanos além dos limites da cidade. Contudo, o recém-aberto Stedelijk Museum cruza diagonalmente a estrada e o renovado Rijksmuseum imediatamente do outro lado, sendo agora o local cultural para se estar.

    Ler mais
  • Indo ao Festival Internacional de Cinema de Rotterdam
    Heather Tucker, Terça-feira, 5 de Março de 2013
    Este ano, a 42ª edição do Festival Internacional de Cinema de Rotterdam (IFFR) foi realizada de 23 de janeiro a 3 de fevereiro de 2013. Comecei a ir ao festival em 2010 quando vi uma propaganda em uma via e não tinha ideia do que era. Todo ano me surpreendo o quanto me divirto e a cada ano tento assistir mais filmes do que no ano anterior (isso fica fácil, quando se começa assistindo apenas um!). Este ano não foi uma exceção.
    Ler mais
  • Vivendo para música ao vivo
    Candy Dulfer , Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013

    Alguns artistas preferem trancar-se em estúdios ao gravar um CD. Eles se afastam do palco e parecem ter receio de cometer erros. Eu pessoalmente penso que não há substituto para uma apresentação ao vivo, pois não há nada mais real do que isso. Mesmo os menores erros são notados, mas tudo bem. Eu até mesmo espero que as coisas falhem às vezes, pois é aí que a diversão começa;

    Ler mais
  • Bom para rir!
    Marloes Tervoort, Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013

    Uma noite no porão muda algo em mim. Carente da luz do dia, eu me sinto à vontade instantaneamente, de certa maneira. Isso ocorria no bar da adega do prédio onde estudei. Entrar às 17h para um drinque significava sair bêbada seis horas depois. Eu me comporto melhor no clube de comédia Toomler, mas eu o acho aconchegante da mesma maneira.

    Ler mais
  • Viva España en Holanda
    Racheda Kooijman, Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013

    Será que um espanhol apaixonado reside secretamente em cada holandês?  Os calmos e reservados holandeses, na verdade, possuem corações de fogo e paixão? Se sim, isso explicaria por que a Espanha é um dos principais destinos de férias e por que o flamenco é tão popular na Holanda. Cada grande cidade possui escolas populares de flamenco e os ingressos esgotam rapidamente quando artistas espanhóis chegam aos palcos holandeses. A primeira Bienal em 2006 foi, portanto, uma questão de tempo e, desde então, os melhores artistas de flamenco espanhol se reúnem a cada dois anos para demonstrar seus últimos desenvolvimentos. Como resultado de um cruzamento com outras culturas e gêneros musicais, os organizadores referem-se a ele como o "Flamenco em diferentes tons".

    Ler mais