Norte ao ar livre

As províncias de Drenthe, Groningen e Frísia representam o norte ao ar livre. Essas áreas planas no norte têm alguns dos mais arrebatadores cenários naturais. Os lagos e canais da Frísia formam a maior área aquática contínua da Europa, enquanto Groningen e Drenthe ainda têm um interior rural. O norte ao livre oferece ciclismo, trilhas, passeios de barco e surfe, tudo para tornar sua estadia mais movimentada.

Groningen

Groningen é a província mais setentrional da Holanda. A leste, faz fronteira com o estado alemão da Baixa Saxônia; ao sul, com Drenthe; ao oeste, com a Frísia; e ao norte, com o Mar de Wadden. A capital da província tem o mesmo nome, Groningen. Essa cidade universitária é ideal para compras, cultura e uma animada vida noturna.

Frísia

A Frísia é principalmente uma província agrícola. A famosa vaca frísia preta e branca e o cavalo frísio preto são originários dessa província. O turismo, principalmente nos lagos no sudoeste e nas ilhas do Mar de Wadden no norte, é também uma importante fonte de renda. Todos os anos, milhares de praticantes de esportes aquáticos visitam a Frísia para explorar suas hidrovias. A província também é famosa pelos patinadores no gelo, com grande participação na patinação no país quando o tempo permite.

Drenthe

Drenthe, ao contrário de várias outras partes da Holanda, sempre foi uma área rural com pequena população. Outras partes da Holanda não viam esse território como parte do país, mas sim como terra devoluta. Essas terras devolutas, no entanto, são habitadas desde a pré-história, embora por poucas pessoas. A evidência mais tangível disso são os dolmens (hunebedden), construídos em cerca de 3.000 a.C. Além da paisagem rural, os hunebedden de Drenthe valem a pena uma visita.