Vivendo para música ao vivo

Candy Dulfer , Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013, 190 Visualizações

Vivendo para música ao vivo

Alguns artistas preferem trancar-se em estúdios ao gravar um CD. Eles se afastam do palco e parecem ter receio de cometer erros. Eu pessoalmente penso que não há substituto para uma apresentação ao vivo, pois não há nada mais real do que isso. Mesmo os menores erros são notados, mas tudo bem. Eu até mesmo espero que as coisas falhem às vezes, pois é aí que a diversão começa; Eu simplesmente amo espontaneidade e improvisação. Os músicos podem sentir quando estão realmente ligados ao público e por isso não gosto de tocar em locais onde as luzes são abaixadas; eu quero ver seus rostos e medir suas reações.

Ler mais

Alguns artistas preferem trancar-se em estúdios ao gravar um CD. Eles se afastam do palco e parecem ter receio de cometer erros. Eu pessoalmente penso que não há substituto para uma apresentação ao vivo, pois não há nada mais real do que isso. Mesmo os menores erros são notados, mas tudo bem. Eu até mesmo espero que as coisas falhem às vezes, pois é aí que a diversão começa;

Eu simplesmente amo espontaneidade e improvisação. Os músicos podem sentir quando estão realmente ligados ao público e por isso não gosto de tocar em locais onde as luzes são abaixadas; eu quero ver seus rostos e medir suas reações.

Eu tento ir ao máximo de apresentações possível, pois gosto de ver músicos tocando ao vivo. Além disso, é uma ótima maneira de descobrir artistas com os quais eu poderia trabalhar. Um dos meus locais favoritos é o Jazzcafé Bar Alto em Amsterdam. Eles têm música ao vivo toda noite e, às quartas-feiras, meu pai Hans Dulfer sobe ao palco. A atmosfera é sempre ótima, as pessoas estão se divertindo e o público é uma mistura de nativos, turistas e imigrantes.

Outro local que frequento é o Club Dauphine no Bernhardplein. Aqui, é possível ouvir bons artistas e apreciar uma excelente refeição ao mesmo tempo. Este local foi inspirado pelo Blue Note Club e oferece entretenimento de alto nível. É só um pouco mais cosmopolita e luxuoso.

Os que desejam descobrir a cena musical local de Amsterdam devem visitar o Badcuyp na Albert Cuypstraat. E, nas noites de segunda-feira, os alunos da Academia de Música encontram-se para uma parceria musical no Nel’s na Amstelveld. Com tudo isso, vemos que são muitas as oportunidades de uma noite movimentada em Amsterdam!

Sobre Candy Dulfer

A saxofonista Candy Dulfer apresenta-se desde os sete anos, sendo uma artista nata. Ela já trabalhou com grandes nomes como Prince, Beyoncé, Van Morrison, Aretha Franklin e Angie Stone, possui vários álbuns premiados em seu nome e sobe ao palco sempre que pode.

Descubra o que há por perto
Google map

Descubra Holland em cada estação

Holland é bela em todas as estações. Encontrar as melhores dicas de férias para primavera, verão, outono e inverno.

Ler mais

Mais informações desse blogueiro